Correr na rua ou na esteira? Eis a questão!

Por Fabio Cintra

Uma das grandes dúvidas entre os corredores é sobre a diferença, pontos positivos e negativos de se correr na rua ou em esteira. Nesse artigo apresentaremos algumas características básicas a cerca desses dois tipos de treino.

Corrida na rua:

ruaEscolhendo a rua o corredor tem a possibilidade de diversificar estímulos mecânicos com subidas, descidas e mudança de terreno (grama, terra, asfalto, etc). Os treinos em outros tipos de terrenos, principalmente terrenos acidentados como trilhas, estimulam a melhora da propriocepção e uma maior ativação muscular, o que consequentemente gera um maior gasto calórico comparado ao treino realizado em esteira.

A corrida na rua proporciona um aprendizado com relação ao controle do ritmo de corrida, já que na esteira o ritmo é mantido por ela.

O treino na rua colabora com a especificidade do treinamento, pois temos a possibilidade de reproduzir de forma mais fiel às condições climáticas, de percurso e de terreno que enfrentaremos em uma determinada prova.

Correr na rua, contudo, requer atenção dobrada aos corredores, principalmente iniciantes, com relação ao trânsito de automóveis e irregularidades do terreno. Para aqueles que gostam de ouvir música durante o treino, lembrem-se que a atenção com relação a informações sonoras (buzinas de carros, motos, bicicletas, etc.) fica prejudica. As condições climáticas como temperatura, umidade relativa do ar, poluição entre outras podem ser atenuadas com o planejamento de horários dos treinos, uso de roupas adequadas, hidratação, uso de protetor solar, entre outras medidas.

Corrida na esteira:

esteiraA esteira é uma ferramenta extremamente útil, pois oferece um controle da velocidade perfeito, ou seja, você consegue correr num determinado ritmo e não oscilá-lo durante o treino. Também oferece a possibilidade de autocorreção da postura e técnica de movimento, desde que a mesma esteja posicionada de frente para um espelho.

Outro ponto positivo do treino em esteira é a possibilidade de driblar as adversidades ambientais, como: frio, chuva (o que vem ocorrendo bastante), baixa umidade, poluição, trânsito, etc.

Quando você corre na rua, uma das forças físicas que estão atuando sobre você é a resistência do ar. E quanto mais rápido você estiver, maior será essa força. Muitos estudos indicam que quando você for correr na esteira, incline-a de 0,5 a 1,0% para aumentar a intensidade do exercício, e com isso equiparar o esforço cardiovascular e a sensação de intensidade que você tem na rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: