Efeitos do clima frio sobre a performance no esporte

Por Lucas Salia

Nestes últimos dias de frio você deve ter percebido que seu rendimento nos treinos diminuiu, não? Mas não precisa se desesperar, o frio que passamos foi um dos grande motivos para isso como você pode ver:

  1. Aumento da pressão sanguínea e frequência cardíaca a medida que o sangue é direcionado para o centro do corpo para mantê-lo na temperatura ideal;
  2. Queda de performance visto que os sinais nervosos e os músculos são afetados com frio. Um estudo apontou queda de 7,81% da performance para temperaturas de 10ºC a 18ºC e queda de 13,91% para temperaturas menores de 10ºC;
  3. Risco de estiramentos musculares porque a temperatura do músculo diminui rapidamente. Realize um bom aquecimento e faça suas pausas ativas em temperaturas baixas;
  4. Como a eficiência muscular é menor, mais fibras musculares podem ser usadas para suprir a demanda e consequentemente aumentando a acidose sanguínea;
  5. Aumento do uso de carboidratos durante o treino ocorre porque o frio nos faz gastar mais calorias que o normalmente gastamos, portanto, a ingestão de carboidratos em treinos e em provas longas precisa ser revisto.
  6. Risco de desidratação em treinos longos devido a perda de água na respiração, dessa forma, a  hidratação nos treinos e provas precisa ser revista também;
  7. Doenças respiratórias, como asma e bronco espasmo induzido pelo exercício (BIE), são facilmente desencadeadas em temperaturas baixas quando o ar frio adentrar as vias aéreas.

Então da próxima vez que for treinar ou competir no frio, fique atento a sua suplementação, hidratação, aquecimento, intensidade e volume. Converse com seu treinador e nutricionista sobre o assunto para possíveis alterações de treino e estratégia de prova e alimentação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: