EU SOU LOBO | COMO É ESTREAR EM UMA NOVA DISTÂNCIA

Em Agosto, nós convidamos Lobos e Lobas a contarem um pouco mais da experiência de estrear em uma nova distância. Bora conferir?

CÂNDIDO LINHARES

LOBO: Quais seus maiores medos e expectativas?

Resposta: Medo é perder o foco e determinação e deixar o antagonista dominar de novo. Expectativa é superar limites traçados por mim mesmo, um deles de curto prazo é finalizar bem o 70.3 de Fortaleza em novembro.

LOBO: Quanto tempo durou sua preparação (transição para a distância e anos totais de história na modalidade)?

R: O tempo de emagrecimento de 115 para 80km demorou 2 anos, perda lenta e aos poucos para evitar lesão ou frustrações. Começou com provas de 5km e depois de 10km de corrida. Após baixar o peso e os tempos que passei para provas de short Triathlon.

Hoje com 70kg, mais confiante e mais preparado que irei para provas maiores. 

Tempo total de 4 anos desde o início do processo de perda de peso sem cirurgia até a prova de longa distância.

LOBO: Quais lições e legados este desafio deixou em sua vida, e qual sua próxima meta?

R: Lições e desafios é lidar com o meu antagonista. Temos que vencer a autossabotagem todos os dias. A comida, a acomodação e a preguiça. O legado é a sensação positiva de superar essas fraquezas e entregar as metas diárias.

Próxima meta é o 70.3 de Fortaleza de forma segura e terminar bem. 

LOBO:  Deixe uma mensagem motivacional e de incentivo aos leitores!

R: O passado é pó: assopre-o e disperse-o”. “Sonhe a liberdade… a liberdade de todas as limitações.” Você é o único obstáculo a tudo que possa desejar, Sonhe… Sonhe… Sonhe sem descanso! O sonho é a coisa mais real que pode existir.  (A Escola dos Deuses)

RICARDO MARTINI

LOBO: Quanto tempo durou sua preparação (transição para a distância e anos totais de história na modalidade)?

R: Eu já corria “bem” provas de 10 Km, fiz até prova de 10 milhas e parti para o desafio da meia. Um personal me orientava e passava as planilhas e acompanhamento semanais. Fui evoluindo, fazendo os longos e até então tudo conforme planejado.

LOBO: Quais lições e legados este desafio deixou em sua vida, e qual sua próxima meta?

R: Me inscrevi para a Meia de SP (Corpore) e chegando próximo da prova fui convidado para um casamento que seria na véspera! Meu treinador me orientou a abortar a prova e escolhermos uma outra, no que concordei. Porém, fui buscar o kit, fui ao casamento e voltei “cedo” (umas 00:00) e resolvi de última hora (sem falar com meu treinador) que iria correr. Estava um dia quente, comecei bem a prova, mas aos 11km quebrei! Daí foi só um anda, trota, anda, trota até o final da prova. Me senti um lixo!

Mas fica a lição: faça um planejamento e o siga. Siga a orientação de quem está te treinando e se tiver que cancelar uma prova, cancele mesmo!

Fiz outras meias e no dia 29/07 fiz na SP City minha meia mais rápida (02:00:06), já com a Lobo!

Agora, rumo a primeira maratona!

 

THACYANA VALOIS

LOBO: Quais seus maiores medos e expectativas?

R: Medo só de me machucar e a expectativa de ir sempre um pouco além.

LOBO: Quanto tempo durou sua preparação (transição para a distância e anos totais de história na modalidade)?

R: Acho que entrei na Lobo em 2014, era da corrida, mas no fim de 2016 me inscrevi para uma prova de triathlon e então comecei a treinar. Foram 10 meses de treinos até meu primeiro 70.3 e oito meses depois me tornei maratonista!

LOBO: Quais lições e legados este desafio deixou em sua vida, e quais sua próxima meta?

R: A Lobo me ajudou a encontrar a minha melhor versão e me sinto mto melhor assim! A próxima meta é um IM.

LOBO: Deixe uma mensagem motivacional e de incentivo aos leitores!

R: O corpo aguenta, é só trabalhar a cabeça e treinar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: